sexta-feira, 28 de abril de 2017

Você primeiro, make up



Um sonho de adolescente da empresária londrinense Francielle Ulinski se tornou realidade em dezembro de 2016. Foram cerca de três anos pensando e pesquisando até chegar ao lançamento da U First Make Up. A marca de maquiagem surgiu primeiro com 10 cores de batons, divididos entre cobertura mate e HD, mais cremoso. Na semana passada, Francielle fez a apresentação de novos produtos: mais quatro batons na gama dos nudes e as bases mate em quatro tons.

Ao brincar com o trocadilho entre a primeira letra do seu sobrenome e o som do U em inglês, no caso, you (você), a empresária explica que o tal 'você primeiro' carrega a mensagem da mulher em primeiro lugar. 

Além das vendas no e-commerce próprio, a U First também pode ser encontrada em pontos de vendas estratégicos de Londrina, como salões de beleza, multimarcas badaladas e, claro, lojas de cosméticos. Fazem parte da lista os salões de Ana Mota e Caio Mattos, as lojas M.Fleury, Kia Ora e Ibrahim Perfumaria.

"Os produtos têm qualidade, boa apresentação e um preço bacana", conta a empresária. Os batons custam 42 reais. Maquiadores cadastrados ganham descontos de 30 a 45% nas compras feitas no e-commerce. 

Fotos: Carmen Kley




A empresária Francielle Ulinski: novos batons na gama dos nudes e bases mate

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Pode entrar: A Casa Coletivo

E já que a gente gosta de novidade, nada mais bacana que chegar num lugar novo, novinho. Assim é A Casa Coletivo, inaugurada há cerca de um mês em Londrina e que, de tão bacana, até inspirou a volta do blog (toda uma torcida para isso, vamos que vamos).







Quem nos recebe no portão é a arquiteta e artista plástica Mariana Galera, que apresenta com a maior generosidade cada canto da casa e também cada detalhe de A Casa. O projeto do coletivo, lançado oficialmente no dia 22 de março, é um misto de loja e ateliê de marcas locais. "O nome A Casa veio de forma orgânica", conta Janaina Codato Kessler, da grife La Condesa, uma das cinco participantes fixas do projeto. As outras são Santa Mania, Papotage Papelaria Artesanal, Polka Dotz e Mariana Galera


Naiara, da Santa Mania, Janaina, da La Condesa, Adriana, da Papotage, Mariana Galera e Maira, da Polka Dotz


Foi sediando um bazar de Natal em 2016 que a casa concebida pelo arquiteto Marcos Barnabé passou a ser percebida com o propósito comercial. "A Dora (Barnabé) não queria vender, mas não sabia exatamente o que fazer com ela", lembra Naiara Castro, que por sua vez logo imaginou seu ateliê de bolsas, mochilas e afins montado ali. O convite-proposta veio logo na sequência e ela tratou de compartilhar com as colegas de bazar. 




Construída nos anos 1980, a casa do coletivo A Casa tem como base a peroba rosa vinda de outra residência. O concreto aqui e ali fazem o visitante achar que é tudo obra de uma reforma recente. Não, é o tal toque modernista. O que fez a proprietária, antiga moradora, foi pintar tudo e trocar algumas janelas. Ah, e colocar uma porta no banheiro, até então inexistente. "Mas não tem tranca, acho que para manter o espírito da casa", avisa Mariana.




Quem vê de fora pode até achar que a residência em madeira é daquelas bem antiguinhas. "Ela é uma releitura daquelas casas, mas com um toque modernista", explica Mariana, que foi aluna de Barnabé - um dos fundadores do curso de Arquitetura da Universidade Estadual de Londrina. O valor afetivo da casa tornou ainda mais especial a movimentação por ali.

Cada uma das cinco marcas fixas se acomodou em um dos ambientes da casa. Naiara levou a máquina de costura e outros apetrechos da sua Santa Mania e Adriana Mattoso Rodrigues está cercada de papéis especiais para montar os cadernos da Papotage. O forno para as porcelanas de Mariana Galera ainda está em outro endereço, no caso, a própria casa dela. Mas seu espaço tem todo um colorido da linha que exalta Londrina, das telas e ainda das esculturas em espuma. 




Vizinhas de ambientes, La Condesa (e sua versão infantil La Condesita) e Polka Dotz aproveitam a proximidade para desenvolver algo em conjunto, uma linha de calcinhas com estampas exclusivas. Lançamento em breve.
 



Seis marcas convidadas também fazem parte do projeto e diversificam ainda mais o mix de produtos do coletivo. São os pães artesanais da Padoca do Tiorix, as pulseiras e colares do Atelier Bololô, as criações em prata e pedras de Thamar Almeida, os produtos agroecológicos da Estância Baobá, os jogos americanos e sousplat da Mesa Francesa e os artefatos em couro do Estúdio Abessa.






A Casa Coletivo funciona de segunda a sexta, das 13 às 19 horas. Aos sábados, o horário é das 9 às 13 horas. Rua Paranaguá, 1870. 

 





Fotos: Karla Matida

quinta-feira, 23 de março de 2017

SPFW N43: Paulo Borges


Paulo Borges na capa da Glamour? O diretor criativo e idealizador da SPFW entrou na brincadeira que a revista armou na Bienal (uma caixa gigante simulando a capa da publicação). A Glamour, por sinal, está em época de transição. Monica Salgado, chefe de redação nesses cinco primeiros anos da revista no Brasil, está deixando o cargo. Quem assume é Pauli Merlo, que já faz parte da equipe.


Foto: Agência Fotosite/Divulgação

SPFW N43: Vale da Seda por Eneas Neto




A presença paranaense na SPFW N43 foi representada pelo Vale da Seda e as criações do estilista Eneas Neto. O desfile foi um dos destaques da estreia do Projeto Estufa, uma programação paralela com novas propostas para a moda brasileira. O casulo do bicho da seda aparece na clutch para lembrar onde tudo começa.

Formado por 29 municípios no noroeste paranaense, o Vale da Seda é tido como a região no Ocidente que mais produz o bicho da seda. No Brasil, o Paraná é responsável por 92% da produção nacional.

Vídeo: SPFW


quarta-feira, 22 de março de 2017

SPFW N43: Lab





Se a estreia da Lab, dos irmãos Emicida e Evandro Fióti, já tinha sido pra lá de emocionante na edição passada da SPFW, a segunda vez da grife na semana de moda paulistana também deu muito o que falar ao homenagear o samba na passarela e nas peças criadas por João Pimenta. Na foto aí, Emicida e Fióti recebem os aplausos ao lado de Wilson das Neves, que depois subiu ao palco do Natura Musical para encantar ainda mais os fashionistas no último dia da desfiles.Vi o show pelo live no Facebook da Natura. Ah, a tecnologia!

Foto: Agência Fotosite/Divulgação


terça-feira, 14 de março de 2017

SPFW N43: Ellus





O desfile da Ellus, no segundo dia da SPFW N43, foi também uma celebração dos 45 anos da grife fundada por Nelson Alvarenga. Com tantas marcas fechando as portas, outras sendo vendidas para grandes grupos, ver a Ellus completar 45 anos é de se aplaudir de pé mesmo. E se emocionar com a entrada do empresário ao lado da diretora de criação Adriana Bozon, do estilista Rodolfo Souza e de modelos como Luciana Curtis, Mariana Weickert, Marcelle Bittar e Carol Ribeiro.

Sem falar na escolha da sala de desfile, no térreo da Bienal com a vista para o Parque do Ibirapuera.

Vídeo: Canal da SPFW no YouTube


segunda-feira, 13 de março de 2017

SPFW N43: Dia 1

 E assim foi o primeiro dia da SPFW N43: cinco desfiles, sendo que os dois primeiros não aconteceram na Bienal, no Parque do Ibirapuera. Enquanto a Animale optou pelo aconchego da loja nos Jardins, a Uma Raquel Davidowicz buscou a beleza da Pinacoteca do Estado como cenário. João Pimenta, Lilly Sarti e Osklen completaram a programação do dia 1 com coleções que já vão para os pontos de venda.

Fotos: Agência Fotosite/Divulgação



Animale 


Uma Raquel Davidowicz

João Pimenta

Lilly Sarti

Osklen


Fotos: Agência Fotosite/Divulgação


SPFW N43: Pela Bienal






Fotos: Agência Fotosite/Divulgação

SPFW N43: Animale




Para apenas cerca de 120 convidados, o desfile da Animale abriu hoje de manhã o primeiro dia da SPFW N43, na loja da grife na Rua Oscar Freire. Com direção criativa do estilista Vitorino Campos, a coleção começa a ser vendida na semana que vem, no Iguatemi São Paulo. É o #seenowbuynow imprimindo força total.

Destaque para os babadinhos na camisaria, a cobra nos detalhes e nos acessórios e o preto pontuando.

O vídeo é do novíssimo canal do YouTube da SPFW.


SPFW N43: In-Pactos

E lá vem mais uma edição da São Paulo Fashion Week, a de número 43. De hoje até sexta, seis novas marcas vão estrear na passarela, além de outras 24 grifes e a participação do Sebrae Top 5. O Projeto Estufa, anunciado na edição passada como "uma plataforma para revelar novas formas de criar, distribuir e produzir", toma forma e oferece uma programação paralela com desfiles, bate-papos e palestras. Ao contrário das apresentações da SPFW, apenas para convidados, o público do Projeto Estufa poderá comprar ingressos para o evento. A empresária maringaense Glicínia Setenareski, de O Casulo Feliz, fala sobre Criação e Tecnologia inspirando um mundo novo, ao lado de Felipe Savone, Juliana Pirani e Nina Braga, no dia 16. Ainda da região de Maringá, o Vale da Seda também faz sua participação com o desfile de Enéas Neto, no dia 15.

Desde que parou de destacar as estações, a São Paulo Fashion Week optou pelos números, mas não deixa os temas de lado. Para esta SPFW N43, vai se falar muito de In-Pactos, que dá nome à edição. É um manifesto para o futuro, "um chamado às pessoas para acordarem. Saírem da letargia de um passado sem volta. Um chamado para abraçar o novo e exercer novos pactos. O mundo é de agora para o amanhã", convocam os organizadores.

Para Paulo Borges, idealizador e diretor criativo da SPFW, "a mudança é inevitável. O que funcionava até ontem já não funciona mais. Estamos construindo o futuro e aprendendo juntos", diz. Ainda assim, ele garante que "os desfiles são hoje mais importantes do que nunca porque, além de ser uma fonte direta de conteúdo e informação, são uma ferramenta de comunicação poderosíssima para gerar desejo e recall imediato de marca".

Uma novidade da edição é a estreia do canal do YouTube do evento, que vai disponibilizar os vídeos dos desfiles. E entre uma semana de moda e outra, vai continuar com conteúdo exclusivo semanalmente. A moda, como sempre, em movimento mesmo.

Ronaldo Fraga, Gloria Coelho, Reinaldo Lourenço e Iódice não participam desta temporada. O primeiro por conta de agenda, os outros três por questões de adequação ao esquema veja agora, compre agora que permeia as fashion weeks. A próxima SPFW deve acontecer no final de agosto,



Programação

HOJE, 13

10 horas Animale
13 horas Uma Raquel Davidowicz
17h30 João Pimenta
19 horas Lilly Sarti
20 horas Osklen

TERÇA, 14

10 horas Vitorino Campos
11 horas Atelier Sissa
14h30 Ellus
15h30 Lolitta
17 horas Gig Couture
18h30 Two Denim
20 horas PatBo
21 horas Lino Villaventura

QUARTA, 15

11 horas Giuliana Romanno
15h30 Isabela Capeto
16h30 Memo
17h30 Fabiana Milazzo
18h30 Apartamento 03
21 horas Ellus 2nd Floor

QUINTA, 16

11 horas À La Garçonne
16 horas Cotton Project
17 horas Alexandrine por Batista Dinho
18h30 Juliana Jabour
20 horas Amir Slama
21 horas TIG

SEXTA, 17

15 horas Ratier
16 horas A.Niemeyer
17 horas Sebrae Top 5 - Adriano Martin, Green & Co., Jardin e PH Praia
18 horas Reserva
19h30 Amapô
20h30 LAB